IFRRU 2020 bateu “recorde de investimento” em 2022 com 361ME

O Instrumento Financeiro para a Reabilitação e Revitalização Urbanas (IFRRU) 2020 bateu o “recorde de investimento contratado em reabilitação urbana” com 361 milhões de euros, sendo que em 2021 tinha atingido 307 milhões de euros, referiu o Governo.

Em comunicado, o Ministério da Habitação destacou que o “IFRRU 2020 voltou, em 2022, a bater recorde de investimento contratado em reabilitação urbana, com 361 milhões de euros”, indicando que no ano anterior “o instrumento tinha já superado os níveis pré-pandemia, com 307 milhões de euros”.

Assim, “o ano de 2022 terminou com um total acumulado de 440 contratos assinados, que correspondem a 1 428 milhões de euros de investimento para a reabilitação integral de edifícios e melhoria do seu desempenho energético”, lê-se na mesma nota.

Segundo a tutela, após a reabilitação, “210 destes edifícios terão uso habitacional, sendo os restantes 213 destinados a atividades económicas e 17 a equipamentos de utilização coletiva abrangendo equipamentos culturais públicos e sociais e de apoio social bem como as residências para estudantes”.

Na sua maioria (355) estes projetos são promovidos por empresas e os restantes por particulares, IPSS (Instituição Particular de Solidariedade Social) e câmaras municipais, referiu.

O Ministério da Habitação destacou ainda que, já com 157 edifícios reabilitados, “os projetos em execução localizam-se nas Áreas de Reabilitação Urbana, delineadas pelos respetivos municípios, garantindo-se, assim, o seu alinhamento com a política urbana local, sendo já 90 os municípios das várias regiões do país com financiamentos IFRRU 2020”.

Newsletter Construção Magazine

Receba quinzenalmente, de forma gratuita, todas as novidades e eventos sobre Engenharia Civil.


Ao subscrever a newsletter noticiosa, está também a aceitar receber um máximo de 6 newsletters publicitárias por ano. Esta é a forma de financiarmos este serviço.