Monitorização e Preservação

Refletindo uma crescente consciencialização acerca da importância da manutenção da integridade estrutural, a monitorização tem-se afirmado como ferramenta de apoio à gestão de infraestruturas, alcançando atualmente uma significativa notoriedade que se traduz num elevado número de projetos de investigação científica, artigos em revistas e apresentações em congressos, onde este tema é divulgado e debatido cada vez com maior interesse e participação, e publicações técnicas.

O interesse referido deve-se, em grande medida, à evolução tecnológica, que tem proporcionado o surgimento de novos sensores e técnicas de medição, bem como significativas melhorias na aquisição e transmissão de dados, de que são exemplo os sensores em fibra ótica, o processamento digital de imagem, novas tecnologias de posicionamento e monitorização, tais como o GNSS (Global Navigation Satellite System) e o Laser Scanning, ou a extração de informação a partir de imagens de satélite de muito alta resolução espacial.

Um progresso muito relevante ocorre também na extração de informação a partir dos diversos valores medidos. O recurso a estratégias de Machine learning tem proporcionado o desenvolvimento de algoritmos para a deteção, localização e caracterização de danos estruturais, de forma automática, permitindo tirar o melhor partido dos grandes volumes de informação obtidos pelos sistemas de monitorização.

A caracterização dos mecanismos de degradação permanece, contudo, um desafio. De uma forma genérica, fenómenos como a corrosão, a fadiga ou, mais recentemente, a ocorrência de reações expansivas de origem interna no betão estão bem caracterizados em laboratório. No entanto, a caracterização experimental in situ destes fenómenos afigura-se como decisiva para uma melhor definição da sua evolução em obra e calibração de modelos numéricos de previsão, bem como para o apoio à decisão no que se refere à adoção de medidas de mitigação, reparação ou substituição das estruturas danificadas.

No presente número da Construção Magazine procura-se transmitir uma visão global do que de melhor se faz a nível nacional no domínio da monitorização da integridade estrutural. Para este efeito contribuíram especialistas de diversas entidades com intensa atividade desenvolvida neste domínio, cobrindo estruturas de diferentes materiais - alvenaria de pedra, betão e metálicas e mistas - e diferentes tipologias, designadamente das que mais usualmente beneficiam da monitorização estrutural: monumentos, barragens e pontes.

Por fim, e como habitualmente, publica-se uma conversa a enquadrar o estado da arte a nível internacional, com Helmut Wenzel, uma referência mundial no domínio da monitorização de estruturas, responsável pela conceção e instalação de sistemas de monitorização de pontes em diversos países da Europa, Ásia e América do Norte.

Editorial da edição nº 95 da Construção Magazine

Eduardo Júlio

Diretor da Construção Magazine / Professor no IST

Se quiser colocar alguma questão, envie-me um email para eduardo.julio@tecnico.ulisboa.pt

Newsletter Construção Magazine

Receba quinzenalmente, de forma gratuita, todas as novidades e eventos sobre Engenharia Civil.


Ao subscrever a newsletter noticiosa, está também a aceitar receber um máximo de 6 newsletters publicitárias por ano. Esta é a forma de financiarmos este serviço.