Avaliação do estado de degradação do betão por reações expansivas internas e por corrosão das armaduras - a importância das técnicas de diagnóstico

Pese embora o esforço realizado nos últimos anos, a nível internacional e nacional, para a melhoria do comportamento do betão e na prevenção da sua degradação, continua-se a assistir ainda ao aparecimento de um número elevado de estruturas de betão com problemas de durabilidade, essencialmente os relacionados com causas químicas, como são exemplo as reações expansivas internas e a corrosão das armaduras.

Neste contexto, o correto diagnóstico da(s) forma(s) de degradação presentes numa determinada estrutura de betão ganha uma especial importância, quer em termos do prognóstico e modelação da evolução futura desses mecanismos de degradação, como no apoio à a priorização das intervenções de manutenção e de reparação a implementar.

Neste artigo, após uma contextualização dos tipos de degradação do betão relacionados com as reações expansivas internas e a corrosão das armaduras, são apresentadas as principais técnicas de ensaio usadas para o seu diagnóstico, com a exemplificação da sua aplicação a casos concretos, realçando-se os cuidados a ter na interpretação dos resultados.

Artigo em coautoria com Elsa Vaz Pereira, Laboratório Nacional de Engenharia Civil, Departamento de Materiais.

António Santos Silva

Investigador auxiliar no LNEC

Se quiser colocar alguma questão, envie-me um email para ssilva@lnec.pt

Newsletter Construção Magazine

Receba quinzenalmente, de forma gratuita, todas as novidades e eventos sobre Engenharia Civil.


Ao subscrever a newsletter noticiosa, está também a aceitar receber um máximo de 6 newsletters publicitárias por ano. Esta é a forma de financiarmos este serviço.