Produção na construção recua em 2020 na zona euro e UE

A produção no setor da construção recuou, em 2020, 5,7 por cento na zona euro e 5,0 por cento na União Europeia (UE), face a 2019, segundo dados hoje divulgados pelo Eurostat.

Para além de ter contraído no acumulado do ano, também em dezembro de 2020 a produção no setor da construção contraiu em ambas as áreas: na zona euro 2,3 por cento na comparação homóloga e 3,7 por cento face a novembro e na UE recuou 2,1 por cento e 3,3 por cento, respetivamente.

Face a dezembro de 2019, entre os Estados-membros para os quais há dados disponíveis, os maiores decréscimos na produção da construção foram registados na Eslovénia (-13,1 por cento), França (-8,6 por cento) e Alemanha (-3,2 por cento).

Foram registados aumentos homólogos na Eslováquia (9,1 por cento), Roménia (2,2 por cento), Polónia (1,9 por cento) e Espanha (1,8 por cento).

Entre os Estados-membros para os quais existem dados disponíveis, os maiores recuos mensais na produção de construção foram registados na Bélgica (-13,0 por cento), República Checa (-12,4 por cento) e França (-9,7 por cento).

Foram observados aumentos na Roménia (11,5 por cento), Alemanha (2,2 por cento) e Holanda (0,7 por cento).

Em Portugal, a produção no setor da construção recuou 3,4 por cento face a dezembro de 2019 e 1,9 por cento na variação em cadeia.

Newsletter Construção Magazine

Receba quinzenalmente, de forma gratuita, todas as novidades e eventos sobre Engenharia Civil.


Ao subscrever a newsletter noticiosa, está também a aceitar receber um máximo de 6 newsletters publicitárias por ano. Esta é a forma de financiarmos este serviço.