Produção na Construção abrandou em agosto

O Índice de Produção na Construção, divulgado pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), diminuir 3,2 por cento em agosto, 1,7 pontos percentuais menos intensa que em julho.

Segundo o INE, “o índice de produção na construção passou de um decréscimo de 4,9 por cento para uma diminuição de 3,2 por cento no mês em análise”.

O segmento da Construção de Edifícios, que tinha registado uma queda de 4,4 por cento em julho, denotou uma quebra de 3,1 por cento no mês de agosto, enquanto o de Engenharia Civil recuperou 2,4 pontos percentuais, depois de ter registado uma variação de -3,3 por cento no mês anterior.

Os índices de emprego e de remunerações registaram ambos variações homólogas negativas de 0,7 por cento e 0,8 por cento, respetivamente, tendo registado no mês anterior variações de -1,0 por cento e -1,4 por cento.

Face a julho, a variação do índice de emprego foi nula (-0,3 por cento em agosto homólogo), enquanto o índice de remunerações registou uma diminuição de 11,7 por cento (variação -12,3 por cento em agosto de 2019).

Custos de construção aumentaram 2,5%

O Índice de Custos de Construção de Habitação Nova (ICCHN) registou uma variação homóloga de 2,5 por cento em agosto, mais 0,4 pontos percentuais do que no mês anterior.

O ICCHN, também divulgado pelo INE, revela que o preço dos materiais e o custo da mão de obra obtiveram, respetivamente, variações de 1,3 e de 4,3 por cento face ao período homólogo.

O preço do materiais tinha aumentado 0,9 por cento no mês anterior e o custo da mão de obra tinha registado uma variação de 3,8 por cento em julho.

Em termos mensais, a taxa de variação do ICCHN foi de -0,1 por cento em agosto, o custo dos materiais registou uma variação de 0,3 por cento, enquanto que o custo da mão de obra diminuiu 0,6 por cento.

O INE referiu ainda que, “a componente de mão de obra contribuiu com -0,3 p.p. para a formação da taxa de variação mensal do ICCHN, sendo a contribuição dos materiais de 0,2 p.p.”.

Newsletter Construção Magazine

Receba quinzenalmente, de forma gratuita, todas as novidades e eventos sobre Engenharia Civil.


Ao subscrever a newsletter noticiosa, está também a aceitar receber um máximo de 6 newsletters publicitárias por ano. Esta é a forma de financiarmos este serviço.