Barragem de Caculo Cabaça no rio Kwanza em Angola

Ao abrigo do Programa Nacional de Desenvolvimento Energético, Angola está atualmente a desenvolver vários grandes projetos hidroelétricos para satisfazer a crescente procura de eletricidade no país e fomentar o desenvolvimento local, social e económico.

O elevado potencial hidroelétrico do curso médio do rio Kwanza, devido aos grandes caudais disponíveis e queda total ocorrente da ordem dos 850 m, associado à proximidade das principais áreas de consumo, nomeadamente a capital Luanda, conduziu a que desde a década de 50 esteja planeada a construção de um empreendimento hidroelétrico em cascata neste troço do rio, integrando sete escalões.

Estima-se que em 2027, os escalões existentes de Cambambe e Capanda, juntamente com os novos escalões que têm vindo a entrar em funcionamento desde 2016 – reforço de potência de  Cambambe 1 (266 MW), Cambambe 2 (714 MW), Laúca (2 069 MW) e Caculo Cabaça (2 172 MW) garantam a capacidade instalada necessária para assegurar um fornecimento contínuo de eletricidade ao Sistema Elétrico Norte, que representa 75 por cento do consumo total de energia elétrica em Angola.

No presente artigo, além das características gerais do Aproveitamento Hidroelétrico (AH) de Caculo Cabaça, são apresentados os principais aspetos e condicionamentos da conceção e layout da barragem integrada no aproveitamento, nas fases de projeto para concurso e de projeto de execução.

Características gerais do aproveitamento

O AH de Caculo Cabaça, com 2172 MW de capacidade instalada, é o terceiro escalão da cascata do troço médio do rio Kwanza, estando localizado 19 km a jusante do AH de Laúca, 70 km a montante do AH de Cambambe e 260 km a sudeste da cidade de Luanda.

A bacia hidrográfica dominada pelo escalão possui uma área total de 112 663 km² e um caudal médio anual de 587 m³/s. (...)

M. Cristina Costa, António Amador, Gonçalo Mateus, Acácio Santo, António Morgado, da COBA – Consultores de Engenharia e Ambiente, e Arlindo Carlos e Augusto Chico, da GAMEK – Gabinete de Aproveitamento do Médio Kwanza (Angola)

Artigo completo na Construção Magazine nº107 jan/fev 2022, dedicada ao tema 'Barragens'

Newsletter Construção Magazine

Receba quinzenalmente, de forma gratuita, todas as novidades e eventos sobre Engenharia Civil.


Ao subscrever a newsletter noticiosa, está também a aceitar receber um máximo de 12 newsletters publicitárias por ano. Esta é a forma de financiarmos este serviço.