Empreitada de reabilitação da Quinta do Mitra no Porto arranca esta terça-feira

A empreitada de reabilitação da Quinta do Mitra, no Porto, que representa um investimento municipal de cerca de 1,2 milhões de euros, arranca esta terça-feira e deverá estar concluída em abril de 2023, anunciou o município. 

Numa nota publicada no seu ‘site’, a Câmara do Porto revelou que a empresa municipal GO Porto – Gestão e Obras do Porto arranca esta terça-feira, 18 de janeiro, com a empreitada de reabilitação da Quinta do Mitra, localizada na freguesia de Campanhã.

A obra, cujo investimento ascende a cerca de 1,2 milhões de euros, visa a requalificação e modernização tanto do interior como exterior da quinta, “tornando-a numa grande área pública, de fácil acessibilidade e de expansão na continuidade do parque urbano que enquadra o Terminal Intermodal de Campanhã”.

Os trabalhos incluem a “revisão e reforço periférico” da estrutura, bem como a substituição integral dos pisos e vigamentos de telhado, o tratamento e recuperação dos paramentos de pedra, novas caixilharias e acabamento do telhado.

O tratamento acústico, térmico e de ventilação também será feito em todo o edifício.

Com a empreitada, a Quinta do Mitra vai passar a ter um “pequeno auditório polivalente”, com cobertura em caixilharia envidraçada, e uma claraboia que “enfatiza a teatralidade do espaço e a sua memoria”.

A Câmara do Porto referiu ainda que a única sala encontrada no seu estado original será restaurada, “conservando a sua integridade geométrica e linguagem oitocentista, mantendo a maceira original e repondo as guarnições, rodapés, portadas e janela com o desenho original, marcando assim a memória do palacete, representada neste espaço preservado e reconstruído”.

A empreitada terá uma duração prevista de 15 meses, prevendo a GO Porto que a obra esteja concluída em abril de 2023.

Newsletter Construção Magazine

Receba quinzenalmente, de forma gratuita, todas as novidades e eventos sobre Engenharia Civil.


Ao subscrever a newsletter noticiosa, está também a aceitar receber um máximo de 6 newsletters publicitárias por ano. Esta é a forma de financiarmos este serviço.