Câmara da Lourinhã investe cerca de 900 mil euros na revitalização do Forte de Paimogo

A Câmara da Lourinhã vai investir cerca de 900 mil euros na reabilitação do Forte de Paimogo e da área envolvente e na dinamização do espaço, tendo financiamento garantido para o projeto.

O financiamento, no valor de 750 mil euros, vai ser assegurado pelo mecanismo financeiro do Espaço Económico Europeu EEA Grants.

“O projeto visa a reabilitação do forte, através do uso de técnicas e materiais de construção não destrutivas da identidade do edifício, bem como o investimento em atividades com a comunidade local e escolar e a promoção do turismo sustentável, com a finalidade de criar novas oportunidades e serviços para o desenvolvimento local”, refere em nota de imprensa o município.

Com o investimento, a autarquia pretende “dar uma nova função ao Forte de Paimogo, transformando-o no ‘Forte de Memórias’, através do reforço da identidade da comunidade local e da recuperação e apropriação dos saberes tradicionais”.

O projeto prévio de arquitetura e da envolvente paisagística ao forte está em apreciação na Direção-Geral do Património Cultura (DGPC), estando o município a aguardar a sua validação para continuar com o projeto de execução e lançar concurso público para as obras.

Até ao final do mês, o Laboratório Nacional de Engenharia Civil deverá concluir os estudos de avaliação dos materiais a aplicar na reabilitação e, nas próximas semanas, é lançado o projeto de execução da consolidação da arriba.

O projeto conta ainda com a parceria da Universidade de Oslo, do Centro de Estudos Históricos da Lourinhã e da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologia.

Trata-se de um dos seis projetos apoiados pelo Programa Cultura, da DGPC, destinado a promover o desenvolvimento local através da salvaguarda e revitalização do património cultural costeiro.

O Forte de Paimogo, datado de 1674, está classificado como imóvel de interesse público desde 1957. O imóvel é propriedade do Estado, mas encontra-se há várias décadas à guarda do município.

Em junho, a autarquia e Ministério da Administração Interna estabeleceram um acordo de cedência do forte e do antigo posto da Brigada Fiscal de Paimogo por 50 anos, no âmbito do processo de descentralização de competências do Estado para os municípios.

Newsletter Construção Magazine

Receba quinzenalmente, de forma gratuita, todas as novidades e eventos sobre Engenharia Civil.


Ao subscrever a newsletter noticiosa, está também a aceitar receber um máximo de 6 newsletters publicitárias por ano. Esta é a forma de financiarmos este serviço.